O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Alice Ruiz e HaiKais

Nesse mês de excessos: de falação, de festas, de comidas, de compras, de agitação, que muitas vezes nos tira do eixo e dá um cansaço de alma enorme, podemos mitigar esse estado com a simplicidade poética dos haikais de Alice Ruiz. 
Poesia É remédio! 

tarde cinza
toda azaléia 
arde em rosa 
por uma só fresta 
entra toda a vida 
que o sol empresta 
à beira do insuportável
essa qualidade rara
ser insubordinável 
amarelas, vermelhas
folhas novas anunciam
mangas que virão 
que viagem 
ficar aqui 
parada 
AQUI JAZ 
ALICE RUIZ 
viver ao ar livre
com o mínimo indispensável 
morrer com dúvidas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *