O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Casas de Tom Jobim


 

Já disseram que a moradia que criamos e onde moramos manifestam um aspecto da nossa alma. 
Nós preenchemos nossas casas conforme estamos por dentro. Podemos enche-las de coisas coloridas ou de tons pasteis, cujo maior valor é financeiro ou sentimental, que simbolizam  status ou trazem conforto, guardadas em ordem ou desordem, com acumulo ou espaços vazios.
Mais ainda, nós escolhemos as casas do mesmo jeito.
Hoje trago aqui dois filmes deliciosos que mostram onde e com quais criterios Tom Jobim escolheu seu apartamento em NY e como tratou a obra de sua casa no Rio.  
Ele recita, canta, toca… Salve grande maestro, que tanta falta nos faz

  


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *