O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

O pilar do aprendiz em Rosslyn Chapel: a inveja mata


A inveja mata mesmo. Ou assim reza uma das lendas sobre a capela de Rosslyn, que fica perto de Edimburgo e é um dos pontos importantes do livro do Dan Brown, o Código Da Vinci.
A capela é uma das mais belas  e misteriosas da Europa. Quem a mandou fazer foi William St Clair,  da família tida como descendente de Jesus e Maria Madalena.
Era um ponto de encontro dos Templários, na época em que já estavam escondidos e perseguidos pelo Vaticano.

Mas a história do Pilar é a seguinte: o Mestre da Obra viajou para a Itália para pesquisar como fazer o pilar mais belo possível para ornamentar a capela. Em sua ausência, seu ousado e talentoso aprendiz, seguindo uma inspiração, executou e entalhou essa obra prima que você vê na foto.

O pilar é completamente diferente de todos, e tão ricamente ornamentado, que todo mundo ficou admirado. Mas quando o Mestre voltou e viu aquela maravilha, muito superior às suas melhores ideias e à sua capacidade de fazê-las, não se conteve: deu uma martelada na cabeça do aprendiz, que caiu morto na hora.

O pilar, único, segue admirado por todos até hoje – inclusive pelo assassino. Meu guia me mostrou uma pequena escultura de cabeça de homem, que segundo ele é a do Mestre. Foi colocada bem na frente do pilar, para que ele continue séculos afora a ver o objeto de sua inveja, de sua incapacidade e de seu crime.

A inveja matou o aprendiz e até hoje castiga o Mestre, petrificada como às vezes ficam nossas obsessões e apegos…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *