O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Pensamentos e Imagens

Com 23 anos eu fui para a Europa. Já tinha me formado na FGV. Uma das minhas motivações para viajar era que estava tudo estável, estava tudo resolvido na minha vida. A maioria das pessoas quer essa vida moderna, quer um trabalho onde eles possam crescer, quer um relacionamento, quer ter uma casa, um apartamento…e com 23 anos de idade eu tinha todas essas coisas, com muita estabilidade. Já estava namorando há 5, 6 anos. Pensei: – “É muito cedo para começar o resto da minha vida”…. e veio essa vontade de viajar e vivenciar mais o mundo. Era uma sede de conhecimento e de experiência. 

Trecho da entrevista de Bettina Jespersen falando de sua jornada, do livro “O FEMININO E O SAGRADO – MULHERES NA JORNADA DO HERÓI”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *