O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Pensamentos e Imagens

Mas, depois desse retiro, levei três anos para voltar mesmo. O mundo interno é tão mais rico que o externo! É mais estável e mais tranqüilo. Por isso é tão difícil voltar para o mundo externo…quando estava retornando, tive vários medos. Medo de não conseguir voltar ao mundo, de como retornar, de não conseguir trabalhar, ter uma vida comum, ir ao cinema. Foi passo a passo que fui saindo do recolhimento. Eu tinha ido tanto para o céu que estava sem parâmetros para voltar para a Terra… …. (mas) a gente continua voltando para o mundo, porque esse é um percurso que a humanidade tem que passar….

Trecho da entrevista de Monica Jurado falando de sua jornada, do livro “O FEMININO E O SAGRADO – MULHERES NA JORNADA DO HERÓI”.

2 comentários

  1. Anônimo disse:

    Puxa como me reconheci nessas palavras, eu também passei por um período onde o mundo interno era tão mais rico que o externo. Hoje percebo que apesar de ter vivido um período bastante complexo vejo o quanto saí fortalecida, para continuar as batalhas da vida. Achei esse blog por acaso, e gostei muito, nunca me dei conta que posso ser uma heroína.

  2. Procura ver as histórias completas dessas "heroínas"tão reais no livro O FEMININO E O SAGRADO – MULHERES NA JORNADA DO HERÓI. Sào 15 mulheres, 15 histórias. Acho que vc vai gostar. Aí no blog, na parte de cima a direita, vc vai ver a capa dos livros. Clica dentro delas que vc será dirigida para as primeiras páginas do livro:pelo seu comentário creio que vai gostar.
    Abraco
    Cris

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *