O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

O Feminino e os Livros: FRIDA KAHLO

FRIDA KAHLO – 1907 – 1954 – Dor e Paixão, de Andrea Kettenmann foi editado pela alemã Taschen, com tradução para o português por Sandra Oliveira, em Lisboa e é distribuido no Brasil pela Paisagem Distribuidora de Livros. 

Nele a autora conta a vida de Frida, com tudo o que ela teve de riqueza, tragédia e paixão, mas focando essencialmente na gênese da sua obra. 
Ela cobre desde a infância até a morte dela, em 6 capítulos:

  • “Frida da perna de pau” – uma rapariga rebelde 
  • A pomba delicada e o sapo gordo 
  • Uma artista mexicana na “Terra dos “Gringos” 
  • Desespero e êxito 
  • “Esses filhos da mãe destes cirurgiòes” 
  • “Espero a partida com alegria…” 


Depois temos toda a cronologia de sua obra e vida, cobrindo de 1907, quando nasceu até 1954, ano de sua morte. 


O livro é fartamente ilustrado com grande parte de sua obra, esboços e desenhos que fez (são 78 ilustrações), trechos de suas cartas, alguns detalhes de obras de Diego Rivera e inúmeras fotografias dela, da família, de Diego, seu marido, de seus amigos e da casa dela e de Diego, a “Casa azul”, que é hoje seu museu. 
O livro é lindo e tem a qualidade gráfica comum aos livros da Taschen. 

Eu indico esse livro nessa série “O Feminino e os Livros” pela história forte e cheia de paixão dessa mulher forte e cheia de paixão que foi Frida Kahlo, mas indico especialmente pela grande variedade de reproduções de suas obras. 
Acredito que todas as pessoas que querem se aprofundar no tema do princípio Feminino deve conhecer sua pintura, pois ela retrata de forma preciosa o feminino profundo, o feminino ferido, o feminino passional e a dor e a beleza de ser mulher!

Texto de Cristina Balieiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *