O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

O Feminino e os Livros: AS DEUSAS E A MULHER MADURA

Hoje chego ao post número 40 dessa série: foram mais de 40 livros com o tema do Feminino. 
Está sendo, apesar de por um lado difícil ler/reler e escrever sobre um livro por semana, MUITO legal, pois estou refazendo, de certa forma, meu caminho de reflexão sobre esse tema tão caro para mim. 
Vou comemorar essa marca indicando mais um livro da Jean Shinoda Bolen (é o quarto dela) “AS DEUSAS E A MULHER MADURA – arquétipos nas mulheres com mais de 50 anos”, editado pela Triom – Centro de Estudos Marina e Martin Harvey Editorial e Comercial, em 2005. 

Jean Shinoda Bolen se tornou mundialmente conhecida, quando publicou nos Estados Unidos, em 1984 AS DEUSAS E A MULHER – nova psicologia das mulheres. Nele a autora usa os mitos de 7 deusas gregas para falar sobre a psicologia feminina: Hera, Deméter, Perséfone, Athená, Ártemis, Héstia e Afrodite. O livro se tornou um enorme sucesso e foi publicado em vários países do mundo (no Brasil foi publicado pela editora Paulus, em 1990). 
Finalmente uma mulher, uma feminista e analista junguiana se debruçava sobre o tema da psicologia feminina profunda, buscando inclusive criar uma espécie de tipologia das mulheres. 
Gosto desse livro, ele fez parte do meu mergulho nesse tema, mas não é dos que mais amo dela, talvez por ter sido um dos primeiros que escreveu e em posteriores se aprofundou muito mais em suas análises.

Em 2001, 16 anos depois, ela lança  Goddesses in Older Women. 
Já tinha lido vários outros livros dela e fiquei tão fissurada em lê-lo que, como não leio em inglês,  pedi que o namorado espanhol de uma amiga me trouxesse o livro LAS DIOSAS DE LA MUJER MADURA, publicado na Espanha em 2003. 
AMEI e quando vi,  na linda e infelizmente não mais existente livraria Triom, em português comprei mais um exemplar, agora na minha língua. 

Usando mais uma vez o rico e maravilhoso caminho dos mitos, ela vai falar do processo de envelhecer das mulheres hoje (e claro, no mundo ocidental e das privilegiadas em termos de cultura e vida independente) e da busca da vivência do arquétipo da Velha Sábia. 
São 4 partes e uma introdução. 

Na introdução chamada – O sabor e o saber da mulher madura – vai falar sobre essa mudança do processo de envelhecer de mulheres “filhas” do movimento feminista. 

A parte 1 – Seu nome é sabedoria – vai descrever quatro tipos de sabedoria que podem ser conquistadas por diferentes mulheres, usando uma deusa e seus mitos como metáfora:
 Métis e a sabedoria intelectual 
Sofia e a sabedoria mística e espiritual 
Hécate e a sabedoria intuitiva 
Héstia e a sabedoria contemplativa 

A parte 2 – Ela é mais…do que sabedoria – vai falar de outras qualidades que a mulher que quer ir em busca da “sua Velha Sábia”pode desenvolver, usando deusas de outras mitologias como símbolo: 
A ira transformadora: Sekhmet e Kali 
O riso curador: Uzume e Baubo 
A compaixão: Kuan Yin e Maria 

Na parte 3 – A deusa envelhece: revisitando as deusas e a mulher – como o próprio título diz ela vai usar a tipologia das sete deusas que retratou no livro escrito em 1984 e ver como pode ser o processo de entrar nessa fase de mulher madura para os diferentes tipos de mulheres. 

E a parte 4 e última – Ela é um círculo – vai falar sobre o movimento do círculo de mulheres e a mudança do mundo. 

O livro é de uma riqueza – de conhecimento do profundo feminino, de informação sobre mitos e símbolos e de espiritualidade – admirável, além de ser muito gostoso de ler.
Especialmente para mulheres que vêm o processo de envelhecimento com muito temor, como uma fase focada só em perdas, como algo que , apesar de inevitável, deve ser postergado até limites insanos ele é um bálsamo. 
Eu adoro, acho ele sensacional e imperdível para TODAS as mulheres!

Texto de Cristina Balieiro

2 comentários

  1. Quero ler ele tambem *-*
    Tambem tenho um blog se quiser ir la da uma olhada e se gostar seguir agradeço.
    Já estou te seguindo, beijos

    http://www.eaivaleapenaresenhas.blogspot.com.br

  2. Nathy, não consegui achar seu blog. O endereco está correto? Abc
    Cris

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *