O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Signos da Vida: dançar nos abismos


 Nietzsche disse que ter fé é dançar na beira do abismo, como faz a moça desse esplendido desenho, Signes de Vie, de Arnaud Demuynck, que ganhou o premio de melhor animação no Festival de Clermont Ferrrand de 2005. 

Dedico este post a todos que precisam de um sopro divino na beira do abismo. 
Obrigada, Ana Figueiredo, por compartilhar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *