O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Trecho de nosso livro falando sobre a heroína da Jornada do herói

 “Como você pode ver, no centro está a heroína da jornada. E quem é ela? 
Alguém com dons ou poderes extraordinários? 
Não, aqui a heroína (ou o herói) é quem consegue cumprir a principal tarefa de cada um: descobrir e se tornar plenamente quem se é.

E com 24 anos eu fui para a Ásia… E esses oito meses na Ásia foram fantásticos para eu me encontrar como pessoa. Descobrir quem eu realmente era. – BETTINA

Essa não é uma tarefa simples… “

Na pagina 14 do Mulheres na jornada do herói – Pequeno Guia de Viagem, Ed. Ágora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *