O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Trecho do prefácio de nosso livro falando sobre o que ecoa na alma

A jornalista, terapeuta e editora Edith M. Elek escreveu no prefácio de nosso livro:

Um buscador sabe quando encontra um mestre, às vezes mais de um, durante a jornada. É quando ele ouve palavras que dão forma a antigas sensações difusas.

Aquela nova fala ecoa em sua alma, e ele se sente acolhido e entendido. Penso que este livro terá esse dom, que ele será um convite à reflexão – e, quem sabe, à aventura – para inúmeras mulheres. Sua matéria-prima são histórias verdadeiras, narradas com generosidade. Ficamos um pouco mais sábias com sua leitura ou, no mínimo, mais curiosas quanto a alternativas de vida que nos proporcionem alegrias e a sensação de missão cumprida.


E para homens também, por que não?

Pg 9 de O feminino e o sagrado- Mulheres na Jornada do herói, da Ed. Ágora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *