O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Trecho de nosso livro falando sobre a bliss: intenção e propósito de vida

A descoberta da bliss pode trazer à vida intenção e propósito, o que também é uma dimensão do sagrado.
 
“Eu me defino como educadora, não como curadora. Eu acho que a cura só acontece de dentro para fora, só a pessoa se cura. […] o que me moveu foi a curiosidade e a fé. […] eu acredito em reencarnação e em aprendizado cumulativo de algumas habilidades, que a gente leva de uma vida para outra. Certamente não é esta a primeira vez que eu sou professora, não é a primeira vez que eu estudo mediunidade e que eu lido com psicologia. […] eu sempre tive a mais absoluta certeza do que vim fazer no planeta. Eu me acho uma educadora do espírito.” (Cida)
livro “O feminino e o sagrado – mulheres na jornada do herói”, Ed Ágora,  pg 56

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *