O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Junguianos falam – Jean Shinoda Bolen

Percebemos que estamos na “floresta” quando perdemos nossas referências habituais: quando nos pegamos questionando o sentido do que estamos fazendo ou da pessoa com quem convivemos, ou temos sérias dúvidas sobre o caminho que seguimos ou sobre uma decisão que acabamos de tomar. (…)Trata-se de um período e um local metafórico de perigo e transformação. (…) Por mais assustadora que possa ser a condição de estar no meio da floresta, por mais tempo e por mais sozinhos que possamos estar, ela é uma paisagem psicológica viva e repleta de possibilidades. É para a alma um lugar bem melhor que o deserto.

O CAMINHO DE AVALON – os mistérios femininos e a busca do santo Graal – págs.136/137/152

4 comentários

  1. Cris e Bia, passei para desejar a vocês um Feliz Natal, e que 2015 seja um ano excelente, com muita leveza e alegria.
    Grande abraço

  2. Querida Cristiane, que esse ano prestes a começar traga a você, a seus queridos e a todos nós mais Feminino e mais Sagrado! Bjs Cris

  3. Os atalhos de Shinoda me levam à essência do Feminino e o Sagrado: Cristina e Bia, duas pessoas que iluminaram a minha floresta ainda com a noite em sua plenitude e escuridão. Pra consagrar mais ainda, venho aqui e tem um recadinho da Cristiane Marino para as nossas musas. Que no ano do empoderamento, nós possamos viver as nossas deusas, a nossas sacralidade feminina! Bjs para todas!

  4. Cristiane e Wanice, fico feliz por conhece-las e podermos trocar tanta coisa maravilhosa! Feliz Natal, e que 2015 nos venha bom, leve e feminino no seu melhor! beijos

Deixe uma resposta para Wanice Bon'ávígo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *