O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Junguianos falam – Marion Woodman



O processo de crescer se torna um exercício de adivinhação de como agradar os outros, em vez de uma expansão por meio de experiências. Não há crescimento sem sentimentos autênticos. As crianças que não são amadas em seu próprio ser não sabem como se amar. Quando se tornam adultos, têm que aprender a alimentar sua criança perdida, a ser a sua própria mãe.

A FEMINILIDADE CONSCIENTE – entrevistas com Marion Woodman – pág. 67

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *