O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Filme: No caminho da floresta


 
Gostei e não gostei desse musical da Disney extremamente bem feito, adaptação de uma peça da Broadway.
Gostei, gosto, de adaptações de contos de fadas. Aqui foram misturadas as historias de Chapeuzinho, Cinderela, Rapunzel e João Pé de Feijão. Um padeiro e sua mulher precisam dar quatro objetos que pertencem os outros para a bruxa tirar a maldição que os impede de ter filhos. Assim, os personagens interagem e as historias se tocam, nesse sentido como Once Upon a Time, a série de tv.
Os cenários são maravilhosos. Perfeitas casas, vilas e a impressionante floresta, que é o lugar onde tudo acontece, como nas melhores lendas. E os atores? Bom, ninguém melhor que Johnny Deep para ser o Lobo Mau, concorda? A última cena da Meryl Streep, a bruxa de Rapunzel, é de tirar o chapéu. Gostei também da versão usada ser baseada na dos Irmãos Grimm, não nas da própria Disney.
No entanto, como vários críticos, não gostei muito do final. Na ultima parte do filme, a impressão é que foi feita uma costura forçada para enfiar essas historias tradicionais num contexto moderno. Os personagens perderam certa singeleza de caráter que faz parte até das versões mais irônicas dos contos de fadas, e a historia terminou confusa.
Mas, como um todo, vale!
Post de Bia Del Picchia 

4 comentários

  1. Oi Bia, estou voltando de férias e vim conferir as novidades. Espero que o ano tenha começado muito bem para vocês.

    Vi o trailer e os atores são fantásticos mesmo…mas como toda adaptação, sempre se perde um pouco da profundidade psicológica. Embora não goste muito de musicais, vou conferir e depois te conto o que achei.
    Grande abraço

  2. Bom falar com vc, Cristiane! Pois é, um filme com altos e baixos. Curiosa de saber o que vc vai achar…
    Beijão

  3. Sentimentos autênticos são a marca registrada dos que almejam alavancar sua consciência. Tal qual o pássaro em pleno vôo, tome nota de tua garantia e direito, estrelando por tal área demarcada em teu próprio coração. Convido-a a conhecer http://www.sentidosplenos.blogspot.com

  4. Ana Nazaré disse:

    Eu ainda não assisti, mas pelo que vi nas críticas parece que o filme não é muito bom em termos de "revoluções de gêneros".. Mas como gosto de musicais e vi que parece que tem uma princesa que prefere ficar sozinha, rs, vou assistir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *