O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Carta de Jung a uma mulher que estava “procurando o lugar certo”


Uma mulher escreveu a Jung dizendo que queria fazer alguma coisa para  minorar  os sofrimentos e os conflitos do mundo, no caso escrevendo sua inspiração sobre temas arquetípicos, mas que estava procurando o lugar certo para fazer isso. 
A  resposta dele foi no sentido de que devemos fazer o que nos inspira, afirmar o que somos e dar o recado que viemos dar ao mundo, sem maiores cálculos de como isso será acolhido.
Essa carta está no Vol III de Cartas de C.G. Jung, Ed. Vozes.

Prezada sra N.,

Deduzo de sua carta que tem um desejo e um plano de fazer alguma coisa. Isso é bem compreensível e útil, pois é assim que aprendemos a maioria das coisas. A senhora escreve que gostaria de “fazer falar o arquétipo da filha”.

Pode fazê-lo a qualquer hora… Não entendo bem quando diz que está “procurando o lugar certo”. Não faz sentido a senhora achar que está sendo esperada em outro lugar qualquer e, não obstante, pode dizê-lo. Quem quiser falar dessas coisas deve estar disposto a conta-las a seu fogão (no conto de fadas, a guardiã dos gansos conta ao fogão seus sofrimentos), que nem mesmo pode fazer um aceno de entendimento.

Sobretudo não pode esperar “colaborar” de alguma forma, pois onde encontraria em nosso tempo e sociedade uma pessoa que pudesse expressar o que só sua própria unicidade pode faze-lo? Essa é a joia que não se pode perder. Mas na colaboração, no teamwork, a perda é mais rápida. Só é possível conserva-la na medida em que se suporta a solidão que lhe é própria. Essa é a disposição que o mundo espera em seu mais intimo.

Com saudações cordiais, C.G. Jung

Post de Bia Del Picchia

4 comentários

  1. Pois é! É cantar o próprio canto, tocar o próprio tambor e pronto.
    beijos
    !

  2. Que texto lindo, Bia!
    Adoro os volumes das Cartas do Jung, às vezes abro aleatoriamente e leio, sempre encontro pérolas.
    Só podemos contribuir ao mundo através da nossa radical diferença, cantando nossa canção mais íntima.
    Ótima semana
    Bjs

  3. Também leio direto as cartas, onde Jung fala de vários assuntos de maneira mais informal.
    Essa me inspirou bastante.
    Beijão para você, e boa semana com feriado e frio!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *