O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Junguianos falam – Daryl Sharp

Daryl Sharp e Marion Woodman

A crise da meia-idade, como uma neurose aguda, é caracterizada por conflito, depressão e ansiedade.
Contrária a crença popular de que tais sintomas são improdutivas indicações de doença, a visão de C. G. Jung é a de que são tentativas de autocura – manifestações de uma psique basicamente saudável ao tentar encontrar um equilíbrio adequado. 
Nas palavras de Jung: “o momento da eclosão da neurose não é exatamente uma questão de acaso. Em geral, ele é decisivo. Normalmente, é o momento em que se exige um novo ajuste psicológico, isto é, uma nova adaptação”. 
Sob essa luz, o colapso da personalidade tem um objetivo: forçar a pessoa a ingressar em um novo nível de consciência. 

ENSAIOS DE SOBREVIVÊNCIA – prefácio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *