O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Os Círculos de Mulheres


No último sábado, dia 26 de setembro, estive no II Encontro Mundial de Círculos de Mulheres, evento criado e construído pela coragem, tenacidade e também pela “santa loucura” de uma mulher querida, que mescla sonho com realização, Soraya Mariani. 
Foram mais de 500 mulheres! Pela foto vocês podem ter uma idéia de como foi bonito! 
Entre outras mulheres muito bacanas, também falei no evento, contando algumas histórias de pessoas imaginárias e pessoas reais. E contei como começou a minha relação com os Círculos de Mulheres. Eis um trechinho do meu relato falando desse início:

 

No final dos anos 80, começo dos 90, quando ainda não se falava de círculos de mulheres, fiz parte de um grupo de 10/12 mulheres que se reuniu mensalmente por 1 ano, sob a coordenação da Cleusa, que foi minha terapeuta, cujo tema era A ESCUTA. A proposta incluía exercícios, danças, rituais, cantos, leituras, etc e sempre uma roda de conversa. Foi para mim uma experiência transformadora: foi aí que aprendi a escutar, na profundidade, primeiro a mim mesma e depois aos outros – o dito e o não dito. 
Mas, o que quero contar foi uma experiência de epifania. Num dos últimos encontros, enquanto estávamos sentadas no chão em círculo, eu levantei e sai um pouco, não sei bem o porquê, talvez para ir ao banheiro e ao voltar olhei para a roda e vi, no lugar das minhas companheiras daquele trabalho, um círculo de mulheres bem velhas. Elas estavam sentadas em roda, num chão de terra, como se fosse uma clareira,  em volta de uma fogueira. Era bem tarde de uma noite muito escura, só iluminada pelas chamas da fogueira. Ao redor só a mata. E eu soube que aquilo era a reunião do Conselho! Que Conselho, não sei! Só soube que ali existia algo de Sagrado!
Essa visão durou apenas alguns segundos, mas foi tão real que me impactou fortemente. 
Mais de 10 anos depois junto com um grupo de amigas, criei um círculo de mulheres  que se reunia na minha casa, que durou 7 anos e que chamamos de Conselho! 
Muita coisa sensacional saiu desse caldeirão!!!

Acredito que os Círculos de Mulheres (e de homens também) são campos mórficos, que ajudarão a gestar um novo mundo, mais bacana, mais divertido, mais inclusivo, mais igualitário, mais sábio e mais amoroso que esse!

Colcha confeccionada pelos retalhos feitos pelas participantes do Encontro de 2014

2 comentários

  1. Que linda experiência Cristina! Adoraria ter participado do evento, mas desta vez não foi possível.
    Muito bonita sua experiência, também acredito no poder dos Círculos tanto de Mulheres como de Homens para transformar nosso mundo!
    Eu continuo ativa com os círculos no consultório. Mesmo este ano sendo difícil devido a uma doença bastante debilitante não abri mão de realizá-los. E está valendo à pena.
    Bjs

  2. Sempre vale, não é Cristiane! Pena que a gente nunca se encontre: seria tão bom a gente "trocar nossas figurinhas" , não é? Acho que temos os mesmos álbuns….Abraço, querida!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *