O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Renata Ramos conta como começou a ensinar danças circulares

Quando cheguei de Findhorn, reuni um grupo pequeno de amigos e comecei a ensinar as 12 danças circulares que aprendera lá. Percebi que precisava percorrer um caminho como autodidata.

Não tenho treinamento em psicologia nem pedagogia, minha formação é em artes e eu nunca havia trabalhado com grupos. Então, tudo foi um abrir caminhos, uma aventura. 

Durante todos esses anos, passei por muitas oscilações, foi um sobe-desce, foi um trilhar mesmo, um pé depois do outro. – RENATA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *