O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Não deixei o bonde passar sem subir nele – a entrega ativa de Renata Ramos

capa FemSagr
Mas é preciso também reconhecer que eu estava pronta para fazer as coisas na hora certa, ou seja, eu não deixei o bonde passar sem subir nele! 
Porque às vezes podemos dizer: “Deixa, o universo se encarrega de fazer acontecer”. Não é bem assim… O universo traz, mas você tem que dar o start, estar pronta para a aventura e dizer “sim”. Isso é a intuição, é o feminino como eu o reconheço.
É o meu ego, a minha personalidade, que responde a um chamado ou é de fato uma resposta da minha alma? A grande dificuldade é saber reconhecer quem está respondendo… Mas quando está fluindo fácil continue por aí, porque deve estar certo.
Existe uma certa entrega, mas é uma entrega ativa. É ativa, mas sossegada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *