O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

A dança circular ajuda a cultura de paz, diz Renata Ramos

“Eu pretendo continuar levando as danças circulares sagradas para todos os segmentos da sociedade. O Brasil todo já possui focalizadores íntegros e conscientes do poder desse “instrumento”, que acreditam, como eu, na necessidade de expandir cada vez mais a consciência do círculo, das mãos dadas, da cooperação e da cultura de paz.

O movimento das danças circulares sagradas começou contemplando as danças dos povos, a cultura popular. E a dança de um povo é a expressão da sua alma. Dessa maneira, essa prática não fere nenhuma crença!

Além disso, ao iniciar uma roda com todos de mãos dadas, é feita uma harmonização que conecta a todos com seu corpo físico pela respiração, depois com o ritmo do coração, com a terra, com o céu, com a comunidade, com o planeta; o participante leva sua atenção para “pontos” universais, comuns a todo ser humano”.

Depoimento de Renata Ramos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *