O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Clarissa Pinkola Estés fala sobre o amor e a morte


“Uma parte de cada mulher e de cada homem resiste ao reconhecimento de que a morte deve participar de todos os relacionamentos de amor.(…) O que morre? As ilusões, as expectativas, a voracidade de querer tudo, de querer que tudo seja só lindo, tudo isso morre. Como o amor sempre provoca uma descida até a natureza da morte, podemos perceber por que é preciso grande poder sobre si mesmo e plenitude de alma para assumir esse compromisso.”
MULHERES QUE CORREM COM OS LOBOS – pág. 178

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *