O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Livros sobre o feminino, mulheres, mitos e contos de fada

Continuando nossa lista de indicação de livros seguem títulos que mesclam MITOS e CONTOS DE FADA x interpretações ARQUETÍPICAS, SIMBÓLICAS, PSICOLÓGICAS: preciosidades!

Bolen, Jean Shinoda. As deusas e a mulher madura – arquétipos nas mulheres com mais de 50. São Paulo: TRIOM, 2005.
Bonaventure, Jette. Variações sobre o tema mulher. São Paulo: Paulus, 2000.

Chinen, Allan B. A mulher heroica – relatos clássicos de mulheres que ousaram desafiar seus papéis. São Paulo: Summus Editorial, 2001.
Espírito Santo, Maria Inez. Vasos sagrados – mitos indígenas brasileiros e o encontro com o feminino. Rio de Janeiro: Rocco, 2010.
Estés, Clarissa Pinkola. Mulheres que correm com os lobos – mitos e histórias do arquétipo da mulher selvagem. Rio de Janeiro: Rocco, 1994.


Franz, Marie-Louise von. O gato – um conto da redenção feminina. São Paulo: Paulus, 2015.
Franz, Marie-Louise von. O Feminino nos contos de fada. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.
Gould, Joan. Fiando palha, tecendo ouro – o que os contos de fada revelam sobre as transformações na vida da mulher. Rio de Janeiro: Rocco, 2007.
Harding, Esther M. Os mistérios da mulher. São Paulo: Paulus, 1985.
Kreps, Bonnie. Paixões eternas, ilusões passageiras – uma análise do mito do amor romântico. São Paulo: Saraiva, 1992.
Kolbenschlag, Madonna. Adeus, Bela Adormecida – a revisão do papel da mulher nos dias de hoje. São Paulo: Saraiva, 1990.

Koltuv, Barbara Black. O livro de Lilith. São Paulo: Editora Cultrix, 1995.
Koss, Monika von. Hera – um poder feminino. São Paulo: Massao Ohno Editor, 1997.
Koss, Monika von. Tecendo o fio da seda – a figura materna na cultura chinesa. São Paulo: Editora Andreoli, 2010.
Koss, Monika von; Marx, Isolde; Tedesco, Maria Helena. As deusas egípcias e o século XXI – uma visão atual do sagrado feminino no Egito Antigo. São Paulo: Grupo Editorial Scortecci, 2007.
Paris, Ginette. Meditações pagãs. Petrópolis, RJ: Vozes, 1994.
Perera, Sylvia B. Caminho para a iniciação feminina. São Paulo: Paulus, 1985.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *