O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

“Será que sou apenas muito emotiva?” Belo depoimento sobre borderline

Chega alguém e conta: “de novo eu tive um piti, fiz uma gritaria, quebrei um monte de coisas, me descontrolei total…” – isso quer dizer que essa pessoa é muito emotiva ou pode indicar uma condição psicológica mais significativa?

Não há resposta pronta, mas é importante olhar para isso. Nesse podcast é lida a carta de uma moça contando sua experiencia: “demorei para ser diagnosticada (com Transtorno de Personalidade Borderline) porque os sintomas são confundidos com simples emotividade exagerada”.

Ela passa por muitas dificuldades e se culpa por elas, mas o final é feliz. Inclusive consegue identificar o deflagrador de seu problema e os gatilhos que provocam os sintomas – no seu  caso, a sensação de abandono. Conta que é gigante a diferença entre antes e depois da terapia: “Se eu tivesse feito terapia desde o divorcio de meus pais, teria evitado muita dor e sofrimento”.

E completa: “vamos nos tratar, nos perdoar e ser felizes; é a melhor coisa que podemos fazer por nós e pelas pessoas que nos cercam”.

A carta e os comentários de dois psicólogos, Pedro Del Picchia e Carol Lojo, estão nesse podcast esclarecedor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *