O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

A mitologia revela o dia a dia

O encontro com a mitologia, esse estudo, é muito diferente de um conhecimento como sociologia, economia, porque a mitologia não tem os pés no chão. Não está no dia a dia – embora esteja, o tempo todo.

Ela é um arcabouço do campo simbólico que vai espelhar, referendar o dia a dia, está acima, é maior. Ela está sobre, são nuvens que fazem sombra, mostram, revelam, desrevelam, mas ela não é uma ciência para a comprovação do dia a dia. É extra. É maior. É algo que espelha o dia a dia, mas não pertence a ele – para mim, ela revela o dia a dia.

Eu não explico mais meu dia a dia só através da economia, da sociologia, dos eventos. Há um algo mais, maior do que eu mas do qual eu participo, eu influencio e me influencia totalmente. É maior do que eu, mas, no entanto, eu participo.

Depoimento de Ana Figueiredo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *