O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Adeus 2019, bem-vindo 2020 e 5 livros

Como esse ano que morre hoje (estou escrevendo esse post dia 31 de dezembro) foi um ano em que que vi, como poucas outras vezes  havia visto, tanta gente falar e fazer tantas barbaridades, resolvi encerrá-lo falando de coisas que são importantes de verdade e que eu amo: os livros. São 5 deles e que marcaram fortemente meu 2019.


1. O primeiro foi o nosso novo livro, meu e da Bia, lançado em março: “Círculos de Mulheres – as novas irmandades”. Demorou 2 anos para a gente escrever e ficamos muito felizes e orgulhosas com ele pronto (achamos super bonito, modéstia à parte) e exposto em tantas livrarias e outros lugares bacanas. Fizemos 7 palestras/rodas de conversa/bate-papo para falar sobre ele durante o ano e também foi muito bom!


2. O segundo foi um livro que saiu esse ano em espanhol, apesar de ter sido lançado originalmente em 1983. Eu tinha o volume em inglês, mas como leio muito precariamente nessa língua, era difícil para mim. Quando vi o lançamento da versão espanhola fiquei super feliz e comprei na hora. O livro chama ‘Enciclopedia de los mitos y secretos de la mujer”, da Barbara G. Walker. Tem mais de 1200 páginas, capa dura e de tamanho grande: é uma preciosidade como fonte de consulta.

3. O terceiro custou uma fortuna, quase 600 reais (que dividi em 10 vezes…rsrsrs) porque é importado de Portugal. Chama “As máscaras da Grande Deusa” foi escrito pela jornalista portuguesa Cristina Aguiar e é um estudo amplo que ela fez sobre as deusas nórdicas e germânicas. Amei, valeu cada centavo investido.

4. O quarto é a quinta versão que tenho desse livro que amo e que li pela primeira vez quando tinha 13 anos, recomendada pela minha mãe. Li naquela época em edição de 1956 em dois volumes que faziam parte da antiga “Coleção das Moças”. Esses dois livros que eram da minha mãe ficaram para mim e estão quase se esfarelando de tão velhos e de tão lidos. E´ “Mulherzinhas” de Louisa May Alcott. Como disse, tenho outras edições desse livro, mas não resisti a essa lançada em 2019 pela Zahar, em edição de luxo, tamanho maior, capa dura e edição comentada e ilustrada. Será sempre um amor eterno!

5. O quinto não tem capa ilustrativo porque ainda não está pronto. É o meu segundo livro solo, o volume 2 do “Legado das Deusas” e deve ser lançado pela Pólen em março de 2020. Do início de agosto de 2019 até dia 6 de janeiro de 2020, todas minhas horas vagas foram dedicadas a ele e confesso, com muita alegria e prazer.

Então para todas vocês e todos e todes um feliz 2020, com um pouco mais de sabedoria, sensatez e maturidade em nosso país e no mundo e muitos, MUITOS livros!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *