O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Sonu Shamdasani fala sobre Jung

(…) se a questão de 1912 era, “eu precisava saber qual meu mito”, em 1930 ele parece tê-lo encontrado. A questão então que se colocou era como ajudar os outros a encontrar seus próprios mitos. Apenas encontrar o su próprio mito, apenas encontrar seu próprio caminho no mundo ou ser capaz de encontrar um sentido da sua própria existência, era insuficiente para Jung. Ele tinha que encontrar um caminho de capacitar outras pessoas a encontrar seus próprios mitos.

LAMENTO DOS MORTOS – págs. 72/73

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *