O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Beleza para tempos não tão belos


Mais do que nunca estamos precisando da beleza e a arte é um dos caminhos que nos levam a ela. Esse é o trecho  da ópera-balé Les Indes Galantes , de Jean-Philippe Rameau, com libreto de Louis Fuzelier, apresentada ao público pela primeira vez em agosto de 1735, em Paris. A magnifica apresentação desse vídeo une o clássico e o contemporâneo. Foi realizada em setembro de 2019 pela companhia  Ópera nacional de Paris.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.