O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Pensamentos e Imagens


Minha vida foi muito difícil. Nada foi com muita leveza, foram processos muito profundos, muito difíceis, muito trabalhados. Volta e meia eu deprimia, volta e meia eu entrava num buraco. Eu olhei para a morte muito cedo! E em algum momento, bem mais velha, eu reconheci o positivo de não ter espelho. Tive que buscar dentro da minha profundeza, tive que me espelhar em mim mesma. Tem uma solidão muito grande nisso, porque você olha e você vê que não tem turma. Mas isso também me faz única, especifica.
Monika von Koss

Essas são palavras da Monika, contando sua longa caminhada em busca de si mesma. Toda essa jornada foi relatada para nós, o que muito nos honra! Seu relato completo está em nosso livro O FEMININO E O SAGRADO.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *