O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Para saber mover a energia

“Quando você puxa a energia para um espaço, a energia se organiza. Essa é a minha experiência. Se você coloca um tempo, a coisa acontece dentro desse tempo. Meu trabalho…

Jane Austen e seus livros

Essa pequena animação fala sobre a escrita de uma das primeiras autoras mulheres publicadas: Jane Austen, que continua atual ainda hoje. É uma delícia tanto ler seus livros, quanto assistir…

Como nós reconhecemos nossos chamados?

Ouvindo as histórias das entrevistadas, descobrimos que elas passaram por uma parte da jornada da heroína denominada “chamado à aventura” (que explicaremos a seguir), e lembramos como nós duas recebemos…

Esther Harding fala sobre a deusa Lua

A deusa Lua pertence a um sistema matriarcal e não patriarcal. Não está relacionada a nenhum deus como esposa ou “contraparte”. É sua própria soberana, virgem e uma-em-si. As características…

O sagrado feminino e a Mulher Búfalo Branco – parte 2

Hoje segue final do mito da Mulher Búfalo Branco. Contou então que era a Mulher Búfalo Branco, o Espírito da Verdade, a Mãe dos Antigos, e ordenou que o jovem…

Sugestão de livro: O tempo é um rio que corre, de Lya Luft

Esse post traz algumas ideias sobre esse livro que levei para falar no ciclo de encontros A mulher e o tempo, coordenado pela Paula Ribas, que acontece mensalmente na Biblioteca…

Encontro de Mitologias do Feminino dia 14/9: a História da Bruxaria

Nosso Encontro vai trazer a História da Bruxaria, que tem tudo a ver com a ver com a historia das mulheres nas sociedades patriarcais. Vamos trocar ideias e inspirações sobre…

O sagrado feminino e a Mulher Búfalo Branco – parte 1

Hoje segue a primeira parte do mito da Mulher Búfalo Branco, ou Pte Ska Win na língua lakota, a criadora mítica da cultura do povo Dakota, que habitava as pradarias…

Sobre bruxas, mulheres e o resgate da Grande Avó

Trecho do livro Círculos de Mulheres – as novas irmandades: “A maioria das “bruxas” dos desenhos animados e da imaginação popular é representada como velhas esquisitas. Também as “bruxas” de…

Nancy Qualls-Corbett fala sobre o Feminino Divino

Quando o feminino divino, a deusa, deixa de ser reverenciado, estruturas sociais e psíquicas tornam-se super mecanizadas, super politizadas e super militarizadas. O pensamento, o julgamento e a racionalidade tornam-se…

Mais sobre a Velha…

As religiões da Deusa viam a existência como um vir-a-ser, como uma transição permanente, sempre mudando, passando do entardecer para a noite e para a manhã e assim por diante….

Sugestão de livro… de histórias tão verdadeiras que parecem ter sido inventadas

O livro Uma história e uma história e uma história é uma joia preciosa. Ana Gibson e Juliana Franklin vão alinhavando contos da tradição oral do mundo todo que falam…