O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Raiva sim, mas com limite

Clarissa Pinkola Estés explica aqui como a raiva pode ser útil mas só até certo ponto. Se é demais e longa demais, ela engessa a vida. Mas há saída. “Quando…

Ser ou não ser um adulto

Já publiquei e republiquei esse post, mas parece que ele nunca se torna sem sentido…pena…Vamos mais uma vez… Por que é tão difícil tornar-se adulto? Porque é muito mais fácil…

Como reconhecer uma família tóxica

Esse excelente texto de Margarete Cericatto é esclarecedor e aterrorizante, porque quantos desses sintomas a gente não reconhece por aí?  “Os sintomas mais comuns de uma família tóxica são: –…

Belas adormecidas

Escrevi esse post em 2012, dez anos atrás, sobre um conto de fadas: A BELA ADORMECIDA, mas acho que a questão que ele nos coloca continua válida. Vou falar hoje…

Como Jung se trataria se tivesse depressão?

As cartas de Jung são muito interessantes porque nelas ele trata de vários assuntos de maneira menos formal do que nas suas obras acadêmicas. Trago aqui uma carta que ele…

Reflexões de Jung sobre a vida

O homem que considera sem significado sua própria vida e a de seus semelhantes não apenas é infeliz mas é quase incapaz de viver. A vida é a um só…

Sobre o medo de amar dos homens

Clarissa Pinkola fala aqui sobre homens excessivamente defensivos, como os que que não se permitem entregar a um relacionamento, dentro de uma perspectiva maior e que abrange outros medos.  …

Lidando com a auto ilusão

Uma boa questão a ser feitas nessa época em que costumamos repensar aquilo que vivemos no ano que termina é o quanto estamos mergulhadas em ilusões sobre o mundo, sobre…

Tempos de recolhimento – IV

Existem tempos que pedem recolhimento, silêncio, espera, quietude, não ação. Tempos em que temos que entrar no útero noturno porque algo precisa ser gerado ou restaurado dentro da gente. São…

Justo a mim me coube ser eu

Esse texto sábio e delicioso de Dulce Critelli, professora de filosofia da PUC SP, foi publicado na Folha de São Paulo, em 2004. Vale MUITO a pena ser lido! Toda…

Pequenas reflexões sobre nossa jornada pessoal

Caras leitoras/ caros leitores, a partir de novembro agora estaremos postando aqui no site duas vezes por semana: a segundas e quintas-feiras. Hoje: Pequenas reflexões sobre nossa jornada pessoal A…

Finados: por que temos tanto medo da morte?

 Nessa véspera de finados, recoloco esse post que faz ainda mais sentido após termos passado pela experiência devastadora da covid que atingiu a todas nós, pessoal ou coletivamente.  O medo…