O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Jung fala do símbolo da cidade

A cidade é um símbolo materno, uma mulher, que abriga em si os habitantes como filhos. Compreende-se assim por que as duas deusas-mães, Réia e Cibele, ostentam coroas em forma…

Stephan A. Hoeller fala sobre a busca da individualidade

  Ninguém atinge sua verdadeira natureza individual sendo o que a sociedade espera nem fazendo o que ela deseja. A GNOSE DE JUNG – pág. 49

Marie-Louise von Franz fala sobre a busca de sentido

É somente uma questão de reconciliar o irracional da vida com a vida da razão. A razão tem seu lugar na vida, há momentos em que se deve empregar a…

Emily Hancock fala sobre a menina interna

(…) pela recaptura das primeiras memórias da menina interior, nós podemos reconquistar o senso do eu que tínhamos antes que as projeções e expectativas dos outros assumissem o controle. (…)…

Jean Shinoda Bolen fala sobre uma das condições essenciais para um Círculo de Muheress

A linha que o define precisa estar intacta para que ele seja um círculo e para que seja seguro. Esse limite é a habilidade de preservar o conteúdo, a condição…

Marie-Louise von Franz fala sobre os iluminados

O indivíduo iluminado não se sente único mas muito humano, e é por isso que podemos dizer que essas pessoas são muito abertas para o mundo e muito humanas com…

Sugestão de livro: A busca do sentido, Marie Louise von Franz

Esse livro da terapeuta junguiana Marie Louise von Franz contem 2 entrevistas que ela deu para uma rádio francesa sobre sonhos, imaginação ativa, sentido da vida, destino…. É uma janela…

Esther Harding fala sobre a deusa Lua

A deusa Lua pertence a um sistema matriarcal e não patriarcal. Não está relacionada a nenhum deus como esposa ou “contraparte”. É sua própria soberana, virgem e uma-em-si. As características…

Nancy Qualls-Corbett fala sobre o Feminino Divino

Quando o feminino divino, a deusa, deixa de ser reverenciado, estruturas sociais e psíquicas tornam-se super mecanizadas, super politizadas e super militarizadas. O pensamento, o julgamento e a racionalidade tornam-se…

Marion Woodman fala sobre fúria x raiva

Quando se consegue lidar com o medo de ser possuído pela fúria, a pessoa torna-se mais capaz de expressar a raiva. A raiva vem de um nível pessoal, a fúria…

Jung fala sobre propósito de uma vida

Somente através de um árduo trabalho é possível reconhecer progressivamente que por detrás do jogo cruel do destino humano se esconde algo semelhante a um propósito secreto, o qual parece…

Jung e a escolha do próprio caminho

CARTA DE JUNG À SENHORA R. Suíça 15.12.1933 Prezada senhora R., Suas perguntas são irrespondíveis, pois a senhora quer saber como se deve viver. A gente vive como pode. Não…