O Feminino e o Sagrado um jeito de olhar o mundo

Freya, a poderosa deusa nórdica


Freya é filha de Njord, o deus do mar e de Skadi, a deusa do gelo e irmã de Frey, o deus da abundância e da paz. Freya é a deusa do amor, da riqueza, da fertilidade da terra, da fecundidade das mulheres e da sexualidade e erotismo. É uma deusa muito bela; tão bela que seu nome era usado como sinônimo de todas as coisas consideradas muito bonitas e preciosas. Além de sua grande beleza, é uma deusa imensamente poderosa.

(…) Sua posse mais preciosa é o colar mágico Brisingamen feito de ouro e âmbar. Todos que o contemplavam diziam que era o artefato mais belo visto já visto na face da Terra. O colar Brisingamen é um objeto feminino equivalente em poder ao martelo de Thor, funcionando como proteção, fertilidade, prosperidade e harmonia dentro de todos os nove mundos da cosmologia nórdica.
Sobre como Freya conseguiu esse objeto tão valiosos, conta o mito que um dia, quando ela se encontrava no reino que fica no interior da Terra, viu quatro anões – Allfrigg, Dvalin, Berling e Grerr, fabricando um belíssimo colar. Quando viu aquela joia de tamanho poder e beleza, Freya a quis imediatamente, mas os anões se recusaram a vendê-la. No entanto, disseram que lhe dariam o colar de presente se ela passasse uma noite com cada um deles fazendo amor. Sem hesitar, Freya concordou e foi assim que se tornou a dona desse colar mágico, forjado no calor ctônico. Dizem que Allfrigg colocou nele o poder de cura das doenças, Dvalin a força fertilizadora do ventre feminino, Berling a proteção aos guerreiros e a garantia de vitórias nos combates e Grerr o abençoou com o poder do erotismo e do amor.

Trecho do livro LEGADO DAS DEUSAS 2

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *